CRISE DE IDENTIDADE PÓS FILHO

Se você responder SIM a 2 dessas perguntas abaixo é hora de pensar em uma “Mediação de Casal”:
1. Você tenta organizar seu dia, mas nada sai como esperado.
2. Você sente-se perdida como mulher após a maternidade.
3. Você sente-se perdida profissionalmente.
4. Não está satisfeita com a sua aparência (peso, roupas, autoestima).
5. Tem problemas no casamento por causa de redes sociais ou ciúmes?
Na gravidez foi aquela felicidade com a novidade. Até que o neném nasceu e você ficou dividida entre a exaustão e a felicidade de ter uma criança tão desejada nos braços.
Mas… Os dias foram passando e você foi se sentindo perdida. Seu tempo não é mais seu, seu corpo não é o mesmo, mas não sobra tempo nem dinheiro para se dedicar a ter a aparência tão sonhada.
Os meses passam e sua autoestima parece estar cada dia mais distante. Parece cada dia mais baixa.
Você só queria que tudo fosse como antes, mas agora com um bebê.
Sua vida sexual com o marido anda devagar… Como se sentir sensual? Como querer algo com o marido se seu corpo e mente andam tão cansados?
E o romantismo está tentando sobreviver. Assim como sua autoestima, cuidados com a beleza…. E o cafezinho com as amigas.

SERÁ QUE NO MEU CASO AINDA TEM JEITO?

Se você aqui é porque tem, ao menos, um FIO DE ESPERANÇA. Agarre-se a ele como eu me agarrei lá atrás quando achei que fosse ficar louca com tantas tarefas acumuladas.
Nada acontece por acaso, se você está aqui é porque pode e deve ser uma mãe, esposa e mulher melhor sem tanto esforço.

CHEGA!

De invejar as atrizes e outras mães com corpos perfeitos nas redes sociais. Chega de tentar organizar a vida e ficar cada dia mais frustrada. Chega de tentar trazer o romantismo de volta para o casamento sozinha. Chega de ficar divida entre a sua vida como mulher, profissional e a maternidade.

EITA, FLAVIA, PRECISO, URGENTE! COMO FUNCIONA?

São encontros são:
– Uma vez por semana
– Pela internet – Skype ou WhatsApp vídeo
– Duram entre 1 a 1:30 h.
– É sigiloso.

QUAL O VALOR?

Esse é o de menos, afinal, sério. É acessível e cabe no seu bolso.
Não tem nada que pague a felicidade da sua família. Não tem preço acabar com as brigas entre vocês. Quanto vale voltar a se sentir desejada?
Eu digo isso porque eu já estive no fundo do poço no meu casamento, minha autoestima estava estava tão baixa que nada na minha vida parecia andar. Eu me sentia estacionada. Era como se, enquanto não resolvesse as brigas do meu casamento, nada mais na minha vida iria engrenar. Profissão, dieta, perda de peso, nada. Até minha pele parecia mais acabada.
E é por isso que estou aqui hoje ajudando centenas de casais. Essa dor e sofrimento durante anos, tentando de tudo, TUDO mesmo, me fizeram saber exatamente o que se passa DENTRO DO SEU CORAÇÃO agora. Eu conheço a sua angústia.
Por isso, eu te digo, o valor é acessível. E, não cometa o erro da maioria das mulheres: compram roupas novas, sofá novo e colocam a maior e mais moderna TV na sala enquanto seus lares desmoronam. Enquanto sua casa é o palco de um programa de brigas diárias.

O QUE ACONTECEU COMIGO

Nos 3 primeiros meses eu vivi bem com a exaustão de um bebê recém nascido e achei que passaria, mas conforme ela foi crescendo eu fui me perdendo cada dia mais. Mais responsabilidades, e eu cada dia mais perdida em como fazer tudo o que eu tinha que fazer. Minha história é como a sua e tenho mais a contar, mas te falo na nossa primeira sessão.
—>>> Se eu entender que posso te ajudar com o Coach para mães, a primeira sessão é grátis para você testar e ver se é isso mesmo que está buscando. Então, envie email agora mesmo para contato@flaviamariano.com contando o seu caso.
Eu olhava para o espelho de manhã e já queria que a noite chegasse. Eu já acordava exausta. Estava acima do peso, usando minha capacidade máxima de energia para dar conta de tudo. Estava apaixonada pela maternidade, mas no meu limite.
As fotos não negam que eu estava esgotada. Meus cabelos sem vida, minha energia sugada. Mas, nas redes sociais e tentava transparecer que estava ótima! Até que um dia eu pifei!
Minha autoestima estava estava tão baixa que nada na minha vida parecia andar. Eu me sentia estacionada.

QUANDO POSSO COMEÇAR?

Eu não tenho como aceitar todas as pessoas que me procuram, por isso, preciso que me conte o seu caso no email: contato@flaviamariano.com.