Canal do Youtube

 
 
Canal do Youtube. Inscreva-se aqui.
Fui traída, e agora? O que fazer?

Fui traída, e agora? O que fazer?

Fui traída pelo meu marido, o que eu faço agora? Calma, calma, não é bem o fim do mundo. Dói, dói muito, dói absurdamente, mas dá para passar por esse momento e sobreviver.

Quando entramos em uma relação sabemos que a traição é algo que pode acontecer a qualquer momento.

Mas o que  leva um homem a trair?

fui traida o que fazer perdoar


Não há motivo certo. Não há uma fórmula. Acontece. 

Ele me traiu por que deixei de me cuidar?

Claro que não! São tantos questionamentos que a gente fica sem saber o que pensar e pensa besteiras como essa. Se fosse assim mulher bonita nunca teria esse problema, concorda? Atrizes lindas e maravilhosas nunca passariam por momentos assim.

Como superar a dor de ser traída por uma pessoa que você ama tanto?

Não é fácil, não é simples, mas é possível! Eu já passei por isso, eu sei muito bem como é.

Dá para superar o medo de ser traída novamente?

Claro!

Essas e outras dúvidas eu recebi depois do lançamento do livro “Fui Traída – o amor resiste à rotina?”. Fico muito feliz que o livro esteja ajudando tantas mulheres que já passaram a superar essa fase.

Mas, estou ainda mais feliz, principalmente, por receber tantos recados de mulheres que não passaram por isso, mas estão aprendendo, com a história do livro, como não deixar o casamento chegar a esse ponto.

Para responder a essas perguntas, vou fazer uma série de 5 posts bem sinceros. Falando de verdade, nada de resposta pronta.  Se você já assina newsletter aqui do blog você já vai receber no seu email. Se não assina, só clicar aqui. É gratuito, só colocar nome e email.

E se ainda não baixou 1 capítulo gratuito do livro, só clicar na capa abaixo:

fui traida e agora o que fazer livro flavia mariano traição

Ah! E um muito obrigada  todas que estão dizendo que queriam um “Furacão Javier” em suas vidas! rs

Lembre-se: você não está sozinha!

E se quiser falar comigo, já sabe: contato@flaviamariano.com.

Para receber se junta a mais de 6.000 mulheres que assinam para receber as dicas de vida a dois, produtos práticos para mulheres de vida corrida e outras dicas que eu dou, clique aqui agora.

Semana que vem começa a série com as dicas sobre traição: como evitar e o que fazer quando já aconteceu.

Beijos!

O que uma pessoa otimista faria?

O que fazer diante de uma situação que não sai como esperamos? O que fazer diante de uma segunda-feira? Eu sou da galera das pessimistas, das que perguntam: por que comigo???

Mas, a gente está nesse mundo é para mudar, né? Tentar ser uma pessoa melhor. Por isso, estou tentando encontrar maneiras de ser uma pessoa feliz com as situações, dias, peso, medida, momento. Viver o momento com um pensamento mais positivo. Por isso, esse virou o meu lema:

arte base 28


Quer um exemplo?
Por mais que eu goste de correr na esteira eu sempre começo com um péssimo humor. E, agora, que estou com um problema, vou ter que largar a esteira e começar a fazer bicicleta, eca! Mas é o que temos para o momento, a outra opção é a natação, então… Vamos começar a amar a bicicleta?

Diante da obrigação de fazer um exercício físico que não gosta, o que uma pessoa otimista faria?

Sorriria e diria: que bom que já estou fazendo agora, me livro mais rápido. Ainda bem que tenho uma alternativa, já pensou se eu só pudesse fazer natação?

Diante de uma discussão com o marido, eu logo penso: “que vida! Que saco!”  Mas… O que uma pessoa positiva pensaria? Como ela agiria?

Parada há duas horas no trânsito, o que uma pessoa otimista pensaria? Que bom, sobra tempo para ouvir uma música, colocar minhas ideias em ordem.

Não é passar a ser uma pessoa alienada, mas uma pessoa que tenta ver o copo meio cheio e não meio vazio. O que é ruim e chato é e pronto. É tentar achar algo de positivo na situação e pronto. Nem tudo pode ser mudado, nem tudo pode ser diferente do que é, então, que tal pensar positivo? Tentar é de graça e pensamento positivo também.

Agradecer ou reclamar?

No meio da madrugada, com preguiça e vontade dormir, eu poderia soltar um:Ai que saco porque estou trabalhando até agora!Ai que porre essa espinha no meio da minha bochecha!

Ai que horror eu caindo de sono em cima do teclado.

Mas vou preferir soltar um:

Flavia Mariano escritora

Obrigada Deus por ter uma casa. Por ter uma cama quentinha. Por ter um computador. Por ter saúde. Por não ter vícios que tirem minha estabilidade emocional. Obrigada por alimentar o meu amor e fé em ti.

Muitas vezes a gente tem vontade de reclamar e acha que a vida do outro é mais fácil que a nossa, mas não é bem assim. Cada um tem suas madrugadas que precisa ficar acordada, cada um tem o momento em que tem que chegar até os seus limites para atingir um objetivo.Então, obrigada Deus.

Assinado: a Flavia da madrugada que sempre aparece assim: do nada, reflexiva e sem maquiagem. Oh céus!